sexta-feira, 23 de julho de 2010

Abrindo a Janela com Ricardo Bohn Gonçalves

Sabe aqueles quadros que tem em programas de televisão em que o apresentador abre a intimidade do artista? Então...aqui no blog também tem e dei o nome de abrindo a janela! Tenho várias personalidades  relacionadas ao mundo do vinho em mente para estarem aqui.
Para a estréia ninguém mais, ninguém menos que meu pai, meu chefe e enófilo Ricardo Bohn Gonçalves, personalidade essa que desde que me entendo por gente ama vinhos...



Nome:
Ricardo Bohn Gonçalves

Hobbies:
O vinho ainda continua sendo mas dedico um bom tempo a música clássica a à artes em geral.

Dica de Restaurante(s):
Ligo muito o restaurante ao dono e acabo gostando daqueles que são meus amigos. É como estar em casa (na minha ou na deles). Vinheria Percussi e La Casserole, pois o Lamberto e a Marie são como irmãos. Mas São Paulo é um paraíso gastronômico.

Uma viagem:
Borgonha na França pelos vinhos, Douro em Portugal pela dramática paisagem, Paris pelo viver e pelas artes, Londres pela civilidade e artes, Berlim pelas minhas filhas e Hungria pelo momento e seus vinhos doces.

Filme:
Qualquer um do Almadovar. O último bom que eu vi foi Ilha do Medo do Scorcese

Livro:
A arte cavalheiresca do arqueiro zen (Heriguel, Eugen) e O fio da navalha (de Somerset Maugham).
Idade que se interessou por vinho:
Aos 28 anos

Quando e como entrou para o mundo dos vinhos:
Fui convidado por um amigo a fazer um curso de vinhos em 1984. Nunca mais larguei esse assunto e hoje é meu trabalho.

Um vinho especial de sua adega:
Um vinho muito simples português: Casa da Calçada, mas que tem um grande valor sentimental. Essa garrafa me foi dada por um amigo, padrinho de uma de minhas filhas e hoje falecido. A garrafa foi ficando e já estou com ela há mais de 20 anos. Nunca vou abrí-la. Ela é guardiã das garrafas que entram e saem de minha adega.

Um bom vinho por menos de R$50,00:
Um chileno cabernet sauvignon. Há vários. Nessa faixa acho que é a melhor recomendação.

Dica para quem está entrando no mundo do vinho:
 Ser humilde

Vinho é....:
O assunto mais importante dentro dos assuntos desimportantes. Pensar o contrário é ser enochato.

Um comentário:

  1. Adorei Sil!!!!
    Seu blog ta muito bom! E a entrevista com seu pai ficou linda, especial!!!
    O livro que seu pai falou, a Arte cavalereisca do arqueiro zen, é fantastico!

    bjommm

    ResponderExcluir