quarta-feira, 28 de julho de 2010

Vinho e Tempo



O vinho nasce, cresce, atinge seu ápice e vai declinando até sua morte, quando ele não tem mais condições de ser bebido. O melhor, claro é abrir a garrafa quando a bebida está no seu auge.
A maioria dos vinhos são produzidos para consumo imediato, até 3 anos depois de serem comprados, após isso eles perdem o sabor e os aromas e podem ser usados para temperar a salada porque viram praticamente um vinagre..rs! São vinhos, em sua maioria, produzidos em grande quantidade.
Temos os vinhos de guarda, que são vinhos que quando engarrafados ainda não estão prontos para beber, ainda não atingiram o seu ápice, por isso o nome, precisam de um tempo para serem consumidos. Esse tempo varia de vinho para vinho, podendo guardar por 10 a 100 anos ou mais. Esse tipo de vinho é mais complexo e produzido com muito esmero e cuidado, a colheita geralmente é feita manualmente para as uvas não se machucarem e ficarem intactas. A produção desse tipo de vinho é bem pequena, enfim são mais exclusivos e mais caros.
Os principais vinhos de guarda são os da região de Boudeaux e Borgonha, na França, e Brunnelos de Montalcino e Barolos, na Itália.
Agora para o vinho não perder suas características, as garrafas devem ser armazenadas num ambiente em que não tenha muita luz, na horizontal e na temperatura de aproximadamente 16°C.


Agora outro fator em relação ao tempo do vinho é: abriu, bebeu! Os vinhos devem ser consumidos depois de abertos, se sobrou vinho na garrafa, coloque a rolha, guarde a garrafa na geladeira e beba no dia seguinte, mais que isso o vinho pode ser usado na salada como vinagre....Tem vinhos (os de guarda em sua maioria) que na segunda taça já não tem o mesmo sabor e aromas do da primeira taça, depois de alguns minutos está completamente diferente, incrível não?!

2 comentários:

  1. Nossa SIl nao fazia ideia que legallllllll

    ResponderExcluir
  2. cada vez melhor !! estou adorando as "aulas " ... bjs

    ResponderExcluir