domingo, 7 de novembro de 2010

Champagne na Fórmula 1



Hoje teve o GP de Fórmula 1 em São Paulo, com a vitória de Vettel! Eu que não sou muito fã de fórmula 1 sempre gostei do momento do pódio com os vitoriosos dando banho de champagne um no outro, rs!
Esse ritual tornou-se tradição em várias competições. Na Fórmula 1, os vencedores estouram as garrafas no pódio e depois dão a garrafa para os mecânicos comemorarem também!!
Tudo começou em 1950, ano do primeiro campeonato que teve apenas seis corridas na Europa, onde a penúltima aconteceu nas vias públicas da região de Champagne, França! Assim, dois franceses, Paul-Chandon Moët e Fréderic Chandon de Briailles, resolveram premiar o vencedor argentino Juan Manuel Fangio com uma enorme garrafa de champagne: Moët & Chandon!



Não podia faltar, né?!

Mas foi nas 24 Horas de Le Mans de 1966, tradicional prova de carro de longa duração também disputada na França que a farra com o banho de champagne começou...com o quarto colacado, o suíço Jo Siffert, que eufórico com sua quarta colocação abraçou-se a sua garrafa e a rolha explodiu, jorrando champagne para todos os lados, e todos os demais pilotos repetiram o gesto!
Mas essa tradição foi quebrada algumas vezes, pois a Willians era patrocinada pela Saudia Airlines, empresa árabe e que, pelas leis islâmicas, não permitia que seus patrocinados bebessem álcool no pódio, então comemorava-se com águinha mesmo!
Hoje, no GP de Braheim, eles comemoram com uma bebida tradicional beherita, pois o país é muçulmano e o champagne no pódio está proibido, mas tal ritual não ganhou a admiração de muita gente...
O que todos gostam mesmo é do banho com champagne!! E a champagne em que hoje são comemoradas as vitórias nos podiums da Formula 1 é a Mumm!!!
Um filminho da corrida para vocês que um amigo (Peter) foi na corrida e me enviou!!







Obrigada Camilla e Peter pela ajuda!!!

Um comentário:

  1. Confesso que champagne eh a minha bebida preferida!

    ResponderExcluir