terça-feira, 4 de janeiro de 2011

A Arte de Beber Vinho


Feliz Ano Novo!!!
Espero que 2011 seja um ano regado a muito vinho!
Muitas pessoas consideram o universo do vinho algo difícil e uma pesquisa realizada nos EUA concluiu que muitos não o bebem por causa disso. Realmente, são várias regiões, uvas, safras, que as vezes fica mais fácil tomar uma cervejinha, rs!




Uma vez um amigo me perguntou qual vinho seria bom para ele ter em casa, queria um vinho bom e barato... eu como uma mera aprendiz e novata nesse mundo respondi um cabernet sauvignon chileno, não satisfeito com a resposta ele pediu para eu dar um nome de um vinho que vendesse em supermercados, afee...hahaha! Eu até dei alguns nomes de vinhos chilenos e argentinos, mas falei que gosto é pessoal, do mesmo jeito que ele gosta de ovo e eu não, o mesmo acontece com o vinho.



Apreciar o vinho não requer nenhuma precondição, mas apenas entregar-se ao prazer da bebida e ver se você gosta ou não do vinho. A oferta de vinhos é enorme, hoje, no Brasil, existem infinitas opções nas prateleiras, por isso é preciso lembrar direitinho do vinho que se bebeu, tanto para comprá-lo numa segunda vez se ele era bom como para não não chegar perto se era ruim. Um caderninho ajuda muito nessas horas, além do nome do vinho, uva, safra, etc, você também pode escrever onde tomou e com quem...assim fica um diário do vinho, rs!



O preço torna-se parâmetro para as pessoas consumirem, mas atenção nem todos os vinhos caros são os melhores e muitos baratos são ótimos. Em restaurantes, o melhor é não ir pela coluna de preços e sim pedir aquela ajudinha para quem está servindo.
É claro que existem as unânimidades, vinhos que a maioria da pessoas idolatram, acham "dos Deuses" e mais...um vinho que você não gostou hoje pode gostar daqui à algum tempo, pensa nas roupas que usava há 10 nos atrás..rs!
Segundo Jorge Lucki, o que garante a qualidade do vinho é o produtor, aquele que possui um vinhedo, cuida dele, colhe as uvas, vinifica e cria o seu próprio vinho, o engarrafa e comercializa.  Para saber quem é o produtor basta olhar o rótulo que lá tem todas as informações! E aí você usa o caderninho e escreve tudo,  se for o caso tire o rótulo ou leve a garrafa para casa, tudo para você lembrar daquilo que gostou.


Agora se você quer se aprofundar no universo dos vinhos, ao beber uma taça a atenção e memória são fatores importantantes. Hoje existem vários cursos básicos de vinhos, material para estudar não falta (esse blog é uma ótima opção, rs!).
Portanto, não precisam ter medo, compre uma garrafa e beba o vinho, com moderação, claro.... Se você gosta do que está bebendo, você tem razão e ponto final.

Bjs

Nenhum comentário:

Postar um comentário