quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

6 utensílios básicos de vinhos para iniciante !!!


O céu é o limite ao se tratar em utensílios, ferramentas, tipos de taças, etc para vinhos...temos de tudo, mas para os que tem interesse em entrar para esse mundo alguns itens são importantes...segue uma listinha:

1- 3 Tipos de taças: para champagne, vinho branco e tinto...para quem não que gastar, não tem espaço ou por qualquer outro motivo pode usar a mesma taça para o branco,  tinto e a champagne. A taça (ISO International Standards Organization) é uma ótima opção, elas são usadas nas degustações de vinhos e servem para qualquer tipo de vinho!

Taça ISO

Taça champagne, vinho tinto e vinho branco


2- Saca-rolhas: há inúmeros modelos...escolha o mais prático para você e para quem treinar a abrir o vinho como um profissional a dica é o abridor de sommelier!



3- Lugar para armazenar o vinho: Não precisa ser aquelas adegas climatizadas, mas algum lugar onde não há variação de temperatura e onde não bata muita luz...sabe aquela prateleira da dispensa da cozinha??? Está ótimo!!!!



4- Balde de gelo: Para resfriar o vinho e manter a bebida gelada, principalmente os vinhos brancos e champagnes/espumantes



5- Sacolinha: Para transportar os vinhos...mas acho melhor não arriscar com aquelas de plástico de supermercado, pois o prejuízo será enorme!!! O ideal é que seja de pano e se tiver divisórias melhor ainda...há aquela de neoprene que para mim são as melhores!!! A minha sacolinha é a da foto lá em cima...a minha irmã deu uma de fotográfa e tirou a foto para o blog!!! :-)



6- Um caderninho: para anotar os vinhos que bebeu, colocar suas impressões, características da bebida, para ter registrado e não esquecer depois! Tem aplicativos para iphone e ipad que são ótimos para isso, uso o  Wine Notes que além de anotar tudo sobre o vinho você coloca a foto do rótulo, mas a maioria das vezes escrevo a mão mesmo!



Esses itens são básico, práticos e nada complicados para os iniciantes....após algum tempo podemos investir mais e com certeza querer outras coisas, como construir uma adega subterrânea no porão de casa, comprar uma mala de couro para as garrafas viajarem, uma taça para cada região de vinho e por aí vai...como eu disse o céu é o limite!!


Bjosss



segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

Moët Red Carpet Glamour: A Champagne do Oscar!






Ontem aconteceu a maior prmiação do cinema: o Oscar!!! Um grande acontecimento onde as estrelas entram com seus vestidos e jóias para assistirem a premiação da entrega da estatueta!!!

Gostei do resultado de melhor atriz e melhor filme....não consegui ver todos os filmes mas adorei os filmes "Argo" e "O Lado Bom da Vida" e não gostei de "Lincoln" foi um sacrifício ficar 2 horas e meia sentada no cinema assindindo esse filme, rsrsrs....

Comentários a parte...após a cerimônia. como todos os anos, aconteceu o jantar de gala do Baile do Governador. Esse ano o chef encarregado do menu foi o austríaco Wolfgang Puck.



O jantar teve mais de mil convidados, que desfrutaram um menu com caviar, marisco, cordeiro, etc e claro champagne...muita champagne!

Qual??? Moet & Chandon, que para a festa fez um concurso, chamado Moet Oscar Cocktail Contest, para as pessoas inventarem um coquetel. O vencedor foi Adam Senger criador da Moet Red Carpet Glamour que contém além da Moet & Chandon Imperial uma pétala de rosa!!!





Bjoss

PIPER-HEIDSIECK: A CHAMPAGNE DA MARILYN MONROE





O alemão Florence-Louis Heidsieck, mudou-se em 1785 para a cidade de Reims, na França, e interessou-se pela produção de vinhos. Com isso, em 16 de julho do mesmo ano, fundou sua própria Maison para produzir champagnes. Logo, sua bebida era presença obrigatória nas mesas da corte real francesa e a preferida da rainha Maria Antonieta. Vem desta época a “Flor de Liz” presente em seus rótulos, símbolo oficial do protocolo diplomático francês, conferidos aos produtos de qualidade superior, reconhecidos pela excelência. Após a morte de Florence, seu sobrinho Christian Heidsieck e seu primo Henri Piper assumiram a Maison. Um cuidando da administração e o outro da promoção da champagne, o que fez o mundo todo descobrir a champagne que se tornou a bebida oficial de várias cortes reais.
Em 1839 a marca passou a utilzar o nome PIPER-HEIDSIECK devido ao nome de Christian e Henry.
E em 1885, ao completar um século de existência, a Maison encomendou ao famoso joalheiro Carl Fabérge, garrafas adornadas com diamantes e ouro para acondicionar uma quantidade limitada e rara de seus champanhes em virtude da celebração. Nas décadas seguintes seus champanhes foram introduzidos em dezenas de países ao redor do mundo. Em 1965, para comemorar o Oscar conquistado pelo ator inglês Rex Arrison, a empresa criou a maior garrafa de champanhe do mundo: tinha 1.82 metros e conteúdo equivalente a 64 garrafas normais.
Hoje em dia a marca pertence ao grupo Rémy Cointreau que fez a champagne ficar ainda mais conhecida no mercado mundial. Foi a primeira champagne a lançar 1/4 de garrafa, a baby, e em 1999 teve a honra das garrafas serem desenhadas por Jean Paul Gaultier! O famoso estilista de sapatos Christian Laboutin também se uniu a marca e juntos criaram o Le Rituel Piper-Heidsieck by Christian Louboutin



 A PIPER-HEIDSIECK é a terceira maior marca mundial de champagnes, está presente em mais de 80 países e vende aproximadamente 5 milhões de garrafas por ano. 80% de sua produção é exportada e seu principal mercado é a Europa.
Vocês devem estar se perguntando o por que do título Champagne da Marlyn Monroe??? Eu explico: A famosa atriz declarou que todas as noites ia dormir com uma gota do perfume Chanel n° 5 e acordava com uma taça de champagne PIPER-HEIDSIECK.!!! Só ela mesmo....



A marca possui 6 tipos de Champagne:




  •     Cuvé Brut: 55% Pinot Noir, 15% Chardonnay e 30% Pinot Meunier  - a tradicional!
  •     Cuvée Sublime (introduzida em 2004): champanhe demi-sec que utiliza em sua composição uvas Pinot Noir (55%), Chardonnay (15%) e Pinot Meunier (30%). O rótulo deste champanhe é roxo.
  •     Rosé Sauvage (introduzida em 2002): champanhe rosé que utiliza em sua composição uvas Pinot Noir (45%), Chardonnay (15%) e Pinot Meunier (40%). O rótulo deste champanhe é rosa.
  •     Brut Divin (blanc-de-blanc): champanhe que utiliza em sua composição uvas Chardonnay (100%).
  •     Brut (Vintage): champanhe lançada somente nos anos em que a safra é considerada excepcional pela Maison. O rótulo deste champanhe é preto.
  •     Cuvée Rare: champanhe que utiliza em sua composição uvas Pinot Noir (35%) e Chardonnay (65%). Esses raríssimos champanhes só foram lançados no mercado em 1979, 1988, 1998, 1999 e 2002.
 Agora a marca está com uma edição limitadada Piper Skin, nas versões Brut e Rosé, onde a garrafa é revestida com uma segunda camada que simula pele de crocodilo e mantém a bebida gelada...UM LUXO!!!




Para quem não conhece a PIPER HEIDSIECK vale a pena experimentar!!!


E novidade: a versão brut estará a venda na RBG Vinhos em breve...aguardem!!
Bjos

sábado, 23 de fevereiro de 2013

PIPER: A CHAMPAGNE DE MARYLIN MOROE



O alemão Florence-Louis Heidsieck, mudou-se em 1785 para a cidade de Reims, na França, e interessou-se pela produção de vinhos. Com isso, em 16 de julho do mesmo ano, fundou sua própria Maison para produzir champagnes. Logo, sua bebida era presença obrigatória nas mesas da corte real francesa e a preferida da rainha Maria Antonieta. Vem desta época a “Flor de Liz” presente em seus rótulos, símbolo oficial do protocolo diplomático francês, conferidos aos produtos de qualidade superior, reconhecidos pela excelência. Após a morte de Florence, seu sobrinho Christian Heidsieck e seu primo Henri Piper assumiram a Maison. Um cuidando da administração e o outro da promoção da champagne, o que fez o mundo todo descobrir a champagne que se tornou a bebida oficial de várias cortes reais.

Em 1839 a marca passou a utilzar o nome PIPER-HEIDSIECK devido ao nome de Christian e Henry.
E em 1885, ao completar um século de existência, a Maison encomendou ao famoso joalheiro Carl Fabérge, garrafas adornadas com diamantes e ouro para acondicionar uma quantidade limitada e rara de seus champanhes em virtude da celebração. Nas décadas seguintes seus champanhes foram introduzidos em dezenas de países ao redor do mundo. Em 1965, para comemorar o Oscar conquistado pelo ator inglês Rex Arrison, a empresa criou a maior garrafa de champanhe do mundo: tinha 1.82 metros e conteúdo equivalente a 64 garrafas normais.


Hoje em dia a marca pertence ao grupo Rémy Cointreau que fez a champagne ficar ainda mais conhecida no mercado mundial. Foi a primeira champagne a lançar 1/4 de garrafa, a baby, e em 1999 teve a honra das garrafas serem desenhadas por Jean Paul Gaultier! O famoso estilista de sapatos Christian Laboutin também se uniu a marca e juntos criaram o Le Rituel Piper-Heidsieck by Christian Louboutin! Vejam a embalagem abaixo...eu quero!!! Hahaha




 A PIPER-HEIDSIECK é a terceira maior marca mundial de champagnes, está presente em mais de 80 países e vende aproximadamente 5 milhões de garrafas por ano. 80% de sua produção é exportada e seu principal mercado é a Europa.

Vocês devem estar se perguntando o por que do título Champagne da Marlyn Monroe??? Eu explico: A famosa atriz declarou que todas as noites ia dormir com uma gota do perfume Chanel n° 5 e acordava com uma taça de champagne PIPER-HEIDSIECK.!!! Só ela mesmo....



A marca possui 6 tipos de Champagne:




  • Cuvé Brut: 55% Pinot Noir, 15% Chardonnay e 30% Pinot Meunier  - a tradicional!
  • Cuvée Sublime (introduzida em 2004): champanhe demi-sec que utiliza em sua composição uvas Pinot Noir (55%), Chardonnay (15%) e Pinot Meunier (30%). O rótulo deste champanhe é roxo.
  • Rosé Sauvage (introduzida em 2002): champanhe rosé que utiliza em sua composição uvas Pinot Noir (45%), Chardonnay (15%) e Pinot Meunier (40%). O rótulo deste champanhe é rosa.
  • Brut Divin (blanc-de-blanc): champanhe que utiliza em sua composição uvas Chardonnay (100%).
  • Brut (Vintage): champanhe lançada somente nos anos em que a safra é considerada excepcional pela Maison. O rótulo deste champanhe é preto.
  • Cuvée Rare: champanhe que utiliza em sua composição uvas Pinot Noir (35%) e Chardonnay (65%). Esses raríssimos champanhes só foram lançados no mercado em 1979, 1988, 1998, 1999 e 2002.
 Agora a marca está com uma edição limitadada Piper Skin, nas versões Brut e Rosé, onde a garrafa é revestida com uma segunda camada que simula pele de crocodilo e mantém a bebida gelada...UM LUXO!!!




Para quem não conhece a PIPER HEIDSIECK vale a pena experimentar!!!

E novidade: a versão brut estará a venda na RBG Vinhos em breve...aguardem!!


Bjos