sábado, 23 de fevereiro de 2013

PIPER: A CHAMPAGNE DE MARYLIN MOROE



O alemão Florence-Louis Heidsieck, mudou-se em 1785 para a cidade de Reims, na França, e interessou-se pela produção de vinhos. Com isso, em 16 de julho do mesmo ano, fundou sua própria Maison para produzir champagnes. Logo, sua bebida era presença obrigatória nas mesas da corte real francesa e a preferida da rainha Maria Antonieta. Vem desta época a “Flor de Liz” presente em seus rótulos, símbolo oficial do protocolo diplomático francês, conferidos aos produtos de qualidade superior, reconhecidos pela excelência. Após a morte de Florence, seu sobrinho Christian Heidsieck e seu primo Henri Piper assumiram a Maison. Um cuidando da administração e o outro da promoção da champagne, o que fez o mundo todo descobrir a champagne que se tornou a bebida oficial de várias cortes reais.

Em 1839 a marca passou a utilzar o nome PIPER-HEIDSIECK devido ao nome de Christian e Henry.
E em 1885, ao completar um século de existência, a Maison encomendou ao famoso joalheiro Carl Fabérge, garrafas adornadas com diamantes e ouro para acondicionar uma quantidade limitada e rara de seus champanhes em virtude da celebração. Nas décadas seguintes seus champanhes foram introduzidos em dezenas de países ao redor do mundo. Em 1965, para comemorar o Oscar conquistado pelo ator inglês Rex Arrison, a empresa criou a maior garrafa de champanhe do mundo: tinha 1.82 metros e conteúdo equivalente a 64 garrafas normais.


Hoje em dia a marca pertence ao grupo Rémy Cointreau que fez a champagne ficar ainda mais conhecida no mercado mundial. Foi a primeira champagne a lançar 1/4 de garrafa, a baby, e em 1999 teve a honra das garrafas serem desenhadas por Jean Paul Gaultier! O famoso estilista de sapatos Christian Laboutin também se uniu a marca e juntos criaram o Le Rituel Piper-Heidsieck by Christian Louboutin! Vejam a embalagem abaixo...eu quero!!! Hahaha




 A PIPER-HEIDSIECK é a terceira maior marca mundial de champagnes, está presente em mais de 80 países e vende aproximadamente 5 milhões de garrafas por ano. 80% de sua produção é exportada e seu principal mercado é a Europa.

Vocês devem estar se perguntando o por que do título Champagne da Marlyn Monroe??? Eu explico: A famosa atriz declarou que todas as noites ia dormir com uma gota do perfume Chanel n° 5 e acordava com uma taça de champagne PIPER-HEIDSIECK.!!! Só ela mesmo....



A marca possui 6 tipos de Champagne:




  • Cuvé Brut: 55% Pinot Noir, 15% Chardonnay e 30% Pinot Meunier  - a tradicional!
  • Cuvée Sublime (introduzida em 2004): champanhe demi-sec que utiliza em sua composição uvas Pinot Noir (55%), Chardonnay (15%) e Pinot Meunier (30%). O rótulo deste champanhe é roxo.
  • Rosé Sauvage (introduzida em 2002): champanhe rosé que utiliza em sua composição uvas Pinot Noir (45%), Chardonnay (15%) e Pinot Meunier (40%). O rótulo deste champanhe é rosa.
  • Brut Divin (blanc-de-blanc): champanhe que utiliza em sua composição uvas Chardonnay (100%).
  • Brut (Vintage): champanhe lançada somente nos anos em que a safra é considerada excepcional pela Maison. O rótulo deste champanhe é preto.
  • Cuvée Rare: champanhe que utiliza em sua composição uvas Pinot Noir (35%) e Chardonnay (65%). Esses raríssimos champanhes só foram lançados no mercado em 1979, 1988, 1998, 1999 e 2002.
 Agora a marca está com uma edição limitadada Piper Skin, nas versões Brut e Rosé, onde a garrafa é revestida com uma segunda camada que simula pele de crocodilo e mantém a bebida gelada...UM LUXO!!!




Para quem não conhece a PIPER HEIDSIECK vale a pena experimentar!!!

E novidade: a versão brut estará a venda na RBG Vinhos em breve...aguardem!!


Bjos


Nenhum comentário:

Postar um comentário