quinta-feira, 14 de março de 2013

OS VINHOS DOS PAPAS!!!


Em 1305 o Papa francês Clemente V, arcebispo da região de Boudeaux, transferiu a sede do papado de Roma para Avignon em uma região de vinhedos, Châteaunef.  O sucessor, João XXII, denominou a bebida da região como "vin du pape" e construiu ali um castelo, Châteauneuf-du-pape, que foi destruído e hoje ruínas dele podem ser vistas.



O palácio se foi, mas os vinhos tornaram-se fenômeno mundial!  Recebem os nomes Châteauneuf-du-pape os vinhos que seguem os critérios de produção da região, ou seja é uma denominação de origem controlada.

São 13 as variedades de uvas do Châteauneuf-du-pape e a uva grenache é que predomina!!! Até hoje alguns produtores usam o brasão papal para engarrafar seus vinhos.



Apesar de termos o "vin du pape", diz-se que nas mesas papais só entram vinhos italianos e só abrem excessão para as Champagnes francesas!!!

O Papa Paulo III tinha o seu próprio sommelier, o "bottigliere" que escolhia os vinhos de acordo com o ãnimo do Papa, além de levar em conta a harmonização e ocasião em que o vinho seria servido...isso foi no século XVI!!!




Já o Papa João Paulo II era um verdadeiro enófilo, em 1984, participou de um congresso de enólogos em Roma. Seu favoritismo era por vinhos italianos, da região do Veneto. Os produtores Giuseppe Coffele e D. Giofranco Coffele entregavam as caixas do Sopave Classico Ca`Visco e do Recioto Soave Le Sponde, para o Papa três vezes ao ano: no Natal, na Páscoa e no aniversário do pontífice, dia 18 de maio.

O  nosso penúltimo Papa, Bento XVI não era muito fã de vinhos, mas apreciava um vinho do Porto de vez em quando

Jorge Mario Bergoglio, o Papa Francisco que assumiu ontem a liderança da Igreja Católica está deixando o mundo do vinho curioso para saber se sua preferência são pelos vinhos do nosso país vizinho: Argentina!!! Sera??? Vamos aguardar.....



Bjos

Nenhum comentário:

Postar um comentário