quarta-feira, 6 de novembro de 2013

ÁLCOOL X ATIVIDADE FÍSICA




Vários estudos já comprovaram que o vinho tinto faz bem à saúde, quando ingerido com moderação.

Um estudo realizado na Universidade do Canadá revelou que o resveratrol (substância encontrada nas uvas) influi positivamente no desempenho fisíco e nas funções cardíacas. A pesquisa foi realizada em camundongos e foi verificado que a combinação de suplementos de resveratrol e treinamentos físicos aumentou os efeitos benéficos da atividade física, como maior resistência.

Esse estudo teve como objetivo ajudar pacientes que querem se exercitar, mas são fisicamente incapazes. O antioxidante pode imitar os benefícios do exercício  ou melhorar os resultados da atividade que eles podem fazer. Agora, o grupo de pesquisadores vai começar a fazer testes com o resveratrol em portadores de diabetes com insuficiência cardíaca para ver se é possível melhorar a capacidade cardíaca desses pacientes.

Agora não pensem em tomar vinho, cerveja ou algo assim e ir para a academia...é a pior coisa que alguém pode fazer! Uma vez, estava eu visitando vinícolas em Mendoza e tinha uma prova de corrida no final de semana em São Paulo, então tinha que treinar de qualquer jeito...após um longo dia de degustação/almoço regado a vinho, lá fui eu para a academia do hotel treinar a minha "corridinha", o resultado: corri 10 minutos e morri, não consegui treinar nada, fiquei mais cansada do que o habitual...uma péssima idéia!

Embora o álcool seja absorvido de forma rápida pelo nosso organismo,  ele não é processado facilmente e age em diversos orgãos. O mais afetado é o fígado, que digere e retira o álcool do nosso sangue e também, durante o exercício físico, converte nossas reservas de energia em açúcar. As duas atividades não são compatíveis, pois ou a reserva de açucar é usada para eliminar o álcool em nosso organismo ou é utilizado por nossos músculos...se bebemos álcool e fazemos exercício físico falta açúcar (glicose) em nosso organismo e com isso ficamos mais cansados, com menos resistência devido ao gasto a mais de energia (já que nosso fígado está trabalhando na digestão do álcool)...foi isso que aconteceu comigo em Mendoza!




E após o exercício nada de álcool também, pois o esforço muscular estressa os músculos e promove a perda de água, por isso suamos. Após o exercício, o corpo precisa repor essa perda de água. O álcool faz o contrário, pois é diurético...ou seja, a bebida alcoólica não hidrata e agrava a perdas de líquidos!


Bom...é uma situação complicada para quem ama vinhos e ama fazer esportes. No dia em que tenho degustação na hora do almoço, não faço esporte no final da tarde, pois é perda de tempo, só estou fazendo mal a meu organismo e a mim mesma! O melhor é fazer no dia seguinte que meu organismo estará melhor, mais hidratado, com mais força e meu rendimento será mil vezes melhor!!!




Bjos



Nenhum comentário:

Postar um comentário