terça-feira, 21 de outubro de 2014

Itália pode perder posto de maior país produtor de vinhos para a França



Enquanto São Paulo implora por chuvas, as regiões vinícolas da Itália tiveram enormes tempestades no mês de setembro o que prejudicou muito os produtores de vinhos.

Segundo a associação brasileira de agricultores italianos Coldiretti, serão produzidos 4.1 bilhões de litros, 15% a menos do que o ano passado. Isso devido ao clima atipicamente úmido no verão do país.

Para ter uma boa safra, a uva precisa de sol para aumentar as concentrações de açúcar e de pouca umidade, na época da colheita, para evitar fungos e doenças. No mês de setembro as vinícolas das regiões Norte da Itália, como Piemonte, Lombardia, Veneto foram atingidas por grandes tempestades na época da colheita. Sicila, Púlia e Calábria também foram prejudicadas.

Esta poderá ser a menor produção do país dos últimos 64 anos e fará com que a Itália perca o posto de maior país produtor de vinhos para a França.




Nenhum comentário:

Postar um comentário