segunda-feira, 3 de agosto de 2015

A Uva Carmenére



Ao contrário dos que muitos pensam a uva carmenére nasceu na região de Médoc, na França e não no Chile. Foi muito usada no começo do século XIX, mas em 1960 foi considerada extinta por causa da praga que atingiu as videiras na Europa, a filoxera.

Mas...em 1994 o francês Jean-Michel Boursiquot redescobriu a uva carmenére no Chile quando notou que algumas cepas de merlot demoravam a maturar. Após estudos, descobriu que a carmenére havia sido plantada junto com a merlot. Os colonizadores europeus trouxeram, antes da filoxera, mudas da uva carmenére e esta se adaptou muito bem no Chile.

Hoje, pode-se dizer que a carmenére é uma uva chilena, pois é o maior produtor de vinhos com essa uva. É no Vale do Colchagua onde está o seu maior cultivo, mas países como California e Argentina também produzem vinhos com ela.

A carmenére é uma uva mais "docinha" e a cabernet sauvignon e a malbec, e possui menos taninos, é mais fácil de beber. Para harmonizar carnes vermelhas, massas como molhos de queijo, risoto de funghi, pratos bem estruturados.


Nenhum comentário:

Postar um comentário