quinta-feira, 26 de novembro de 2015

O Vinho mais caro de 2015



O site inglês Wine-Searcher divulga todo ano os 50 vinhos mais caros do mundo.

Na lista de 2015 só entraram dois países, França e Alemanha. O primeiro colocado foi o famoso Domaine de la Romanee-Conti Romanee-Conti, com a garrafa vendida a U$13.185,00.

A lista baseia-se no preço médio de uma garrafa padrão (750ml). Para ser incluído na lista deve ter pelo menos 10 ofertas do vinho no mercado de pelo menos 4 safras. Vinhos que não são lançados todos os anos não são entram na seleção para a lista.

Quem tiver interesse em ver a lista completa clique AQUI.


quinta-feira, 19 de novembro de 2015

Vinho seco, suave e doce



O termo vinho seco é muito contraditório, pois como uma bebida pode ser seca? A explicação é que esse termo vem da tradução da classificação dos vinhos franceses, que é "sec", que no dicionário do vinho quer dizer algo como áspero, o contrário de algo macio ou suave.

De acordo com a legislação brasileira um vinho seco tem um teor de açúcar de até 5g/l. Esse tipo de vinho, durante o processo de fermentação consome todo o açúcar das uvas e pode tinto, branco ou rosé.

O vinho suave, que pode ser também chamado de aveludado e macio é mais doce, possui 25g/l de açúcar residual. É adicionado açúcar no vinho. A qualidade desse tipo de vinho é considerado por muitos inferior.

O vinho doce é o vinho de sobremesa, nele não é adicionado açúcar, o sabor doce vem da própria uva. A colheita é tardia e com isso a uva produz mais açúcar e por isso são doces.

Para saber se o vinho é seco, suave ou doce basta olhar no rótulo a graduação de açúcar ou o tipo de vinho (seco, suave, doce, etc)



segunda-feira, 16 de novembro de 2015

Grupo da gastronomia cria movimento contra o terror em Paris


Tous au Bistrot (todos no bistrôs) foi o nome dado ao movimento de vários bistrôs, bares, cafés, críticos gastronômicos da cidade de Paris. A ideia desse movimento é que a população saia pelas ruas de Paris amanhã, como um dia normal, para comer, tomar uma taça de vinho, um café, etc.

Esse movimento foi criado como uma resistência aos ataques terroristas que atingiram lugares onde os parisienses se divertiam e aproveitavam a cidade, como casas de shows, restaurantes e estadio de futebol.

Há uma hashtag para as redes sociais #TousauBistrot, onde podem ser postadas fotos.

Vi a notícia desse movimento na coluna de Luiz Horta que está em Paris e acompanhou de perto a tragédia na sexta-feira!





sexta-feira, 13 de novembro de 2015

Top 100 Wine Spectator: 1° LUGAR



Acaba de ser divulgado o grande vencedor da lista dos 100 melhores vinhos da revista americana Wine Spectator: Peter Michael Cabernet Sauvignon  Au Paradis 2012


Esse vinho vem de pequeno vinhedo, anteriormente pouco conhecido no distrito de Oakville, no Napa Valley que tem produzido esse vinho que simboliza o estilo moderno dos cabernet sauvignons de Napa Valley.

Peter Michael comprou a vinícola em 1980 e produziu o primeiro Au Paradis Cabernet em 2010. A vinícola também produz vinhos com as uvas chardonnay, Pinot Noir, sauvignon Blanc e Semmilon. 
Au Paradis, portanto, é a mais recente oferta da vinícola de Peter Michael. Um vinho 75% cabernet sauvignon e 24% cabernet franc feito pelo enólogo Nick Morlet.

Recebeu 96 pontos e é ganhou o prêmio de melhor vinho do ano" 

quinta-feira, 12 de novembro de 2015

Top 100 Wine Spectator: 4°, 3° e 2° lugares



Hoje a revista Wine Spectator divulgou mais 3 colocados, confiram:

4° Lugar: Il Poggione Brunello de Montalcino 2010



Vinho italiano da região de Montalcino, já foi eleito por Robert Parker um dos três melhores vinhos dessa safra de 2010 com 98 pontos. Fabrizio Bindocci e seu filho Alessandro são os famosos enólogos da vinícola e seus proprietários são Lívia e Leopoldo Franceschi mas é a dupla de pai e filho que merecem a maior partes dos créditos : eles são excelentes em todos os aspectos da vinicultura, na elaboração do vinho, nos cuidados ao vinhedo e também no marketing da propriedade. Vinho 100% sangiovese, passou 36 meses em barricas e 12 meses envelhecendo na garrafa. Recebeu 95 pontos

3° Lugar: Evening Land Vineyards Pinot Noir 2012



Da região do Oregon, EUA, esse Pinot Noir foi produzido pela Evening Land que também é conhecida por seus vinhos chardonnays. Os enólogos da vinícola, Sashi Moorman e Rajat Parr conseguiram elaborar um vinho saboroso, frutado e que ganhou 98 pontos esse ano.

2° Lugar: Quilceda Creek Cabernet Sauvignon 2012



Vinho também dos EUA, da região de Columbia Valley. O produtor da vinícola Quilceda Creek selecionou as melhores uvas de quatro vinhedos para produzir um vinho balanceado e muito saboroso. Recebeu 96 pontos e já ficou em 10° lugar nessa lista


Amanhã o grande finalista!

 

quarta-feira, 11 de novembro de 2015

Top 100 Wine Spectator: 6° e 5° Lugares



Mais dois rótulos da lista do Top 100 da revista Wine Spectator.

6° Lugar - Aalto Tempranillo 2012



Vinho Espanhol, da região de Ribera del Duero. O proprietário da vinícola, Mariano García, após 30 anos trabalhando na famosa vinícola de Vega-Sicília, fundou em 1999, junto com seu sócio Javier Zaccagnin a Bodegas Aalto que em pouco tempo seus vinhos surpreenderam pela qualidade. Vinho 100% tempranillo e estagiou por 20 meses em barrica. Recebeu 94 pontos


5° Lugar - Mount Eden Vineyards Chardonnay 2012



Vinho branco chardonnay produzido na California, EUA, pela vinícola Mount Eden, que produz vinhos também com as uvas Pinot Noir e Cabernet Sauvignon. Esse chardonnay é um dos ícones da vinícola. Recebeu 95 pontos


terça-feira, 10 de novembro de 2015

TOP 100 WINE SPECTATOR: 8° e 7° Colocados



A revista americana Wine Spectator divukgou hoje mais dois vinhos que estão entre os 10 melhores na lista dos Top 100.

Confiram:

8° Lugar: Vaio Amarone della Valpolicella 2008 Serègo Alighieri



Uma das mais antigas e tradicionais propriedades da região do Veneto, que pertence desde 1353 aos descententes de Dante Alighieri. Esse amarone foi produzido com as uvas Corvina, Rondinella e Molinara. Recebeu 95 pontos
Preço: R$694,00

7° Lugar: Escarpment Kupe Pinot Noir 2013



O produtor Larry McKenna é conhecido como o padrinho da uva Pinot Noir, na Nova Zelândia, chamado até de "Sr. Pinot". Vinho da região de Martinborough, complexo, concentrado que pode ser guardado por uns 15 anos. Recebeu 96 pontos.

Vinho e Esporte: Ironman Vineman em Sonoma



Terminar um Ironman é o sonho de todo triatleta e exige muito treino, dedicação e esforço para nadar 1.800m, pedalar 90 km e correr 42 km (uma maratona).

Essa prova existe em vários lugares do mundo, inclusive no Brasil nas cidades de Florianópolis, Rio de Janeiro, Fortaleza.

Mas para quem gosta de vinhos...há um lugar especial para competir essa prova: na Califórnia, EUA. O chamado "Ironaman Vineman" existe desde 1990 e o percurso é um tour pelos vinhedos da região de Sonoma.

A natação é em Johnson´s Beach em Russian River (região famosa pelos seus chardonnays e espumantes). O pedal passa pelas regiões vinícolas  Russian River, Dry Creek (famosa pelos vinhos com a uva zinfandel), Alexander Valley, e Chalk Hill. O percurso da corrida também é nessas regiões e a linha de chegada é na cidade de Sonoma.



O Ironaman Vineman acontece no dia 30 de julho de 2016 e os 40 primeiros colocados ganham vaha para o mundial em Kona, no Hawai. E no dia 10 de julho de 2016 acontece o Ironman Vineman 70.3 (metade das distâncias de um Ironman) e também são qualificados 50 pessoas para o mundial  em Chattanooga, Tenessee

Quem tiver interesse em sabeu um pouco mais, clique AQUI!

segunda-feira, 9 de novembro de 2015

Top 100 da Revista Wine Spectator: 10° e 9° lugares

Desde 1988 a Revista americana Wine Spectator lança a lista dos 100 melhores vinhos do ano. 

Foram avaliados 5.700 rótulos do mundo todo. A equipe da revista prioriza a qualidade (com base na pontuação até 100 pontos), preço e disponibilidade nas prateleiras americanas.

Essa semana a revista divulga os TOP 10 e hoje saíram o 10° e 9° colocados, confiram:


10° Lugar: Vin de Constance 2009


Um vinho de sobremesa da África do Sul, elaborado com a uva moscatel. Antigamente, esse vinho era um dos mais celebrados do mundo...um dos preferidos de Napoleão Bonaparte.

9° Lugar: Clos Fourtet Saint Emilion 2012





Vinho da região de Boudeaux, França. O Chateau de Clos Fourtet foi construído no século XVIII e era um forte para proteger a cidade de Saint Emilion. Esse vinho foi produzido com a uva merlot, cabernet franc e cabernet sauvignon.