terça-feira, 29 de março de 2016

BEN & JERRY´S TERÁ DIA DO SORVETE DE GRAÇA!



Dia 12 de abril, a sorveteria Ben & Jerry´s participará do evento mais famoso da marca, o Free Cone Day.

Celebrado há 3 anos em todo o mundo o Free Cone Day tem como obejetivo agradecer o carinho de seus consumidores dando um sorvete de graça.

Em São Paulo há três endereços: Oscar Freire, Morumbi Shopping e a recém-inaugurada no Conjunto Nacional onde serão servidos 18 sabores da marca em copinho ou casquinha e cada pessoa tem direito a uma bola por vez.

Seguem os horários de cada loja no Free Cone Day:

Conjunto Nacional
Horário: Das 12h às 18h
Endereço: Av. Paulista, 2.073, loja 124 - Conjunto Nacional
Morumbi Shopping
Horário: Das 10h às 21h
Endereço: Morumbi Shopping - Av. Roque Petroni Júnior, 1089
Oscar Freire
Horário: Das 12h às 18h
Endereço: Rua Oscar Freire, 957 – Jardim Paulistano



quinta-feira, 24 de março de 2016

Qual espumante usar no drink Aperol Spritz?



O Aperol é uma bebida italiana criada em 1919, mas foi depois da segunda guerra que ela tornou-se conhecida. É muito comparada ao Campari, por ser amarga e cítrica. Apesar de serem concorrentes, são fabricadas pela mesma empresa.

Spritz é um aperitivo alcóolico que mistura água com gás e vinho (tinto ou branco) e daí que vem o nome Aperol Spritz, o drink mais famoso entre os jovens do mundo inteiro.

Os ingredientes do tradicional Aperol Spritz são:

  • 1 dose de Aperol
  • 2 doses de espumante
  • club soda
  • 1 rodela de laranja
  • gelo 

Algumas pessoas preferem a bebida sem a soda. Como um dos ingredientes principais do Aperol Spritz é o espumante, muitos ficam na dúvida em qual espumante usar. Como trata-se de um drink, onde o Aperol é o personagem principal, não precisamos escolher o melhor espumante, champagne, cava, prosecco, etc...escolha o mais simples. A melhor indicação e custo benefício é o Salton Brut ou um argentino Callia das Bodegas Salentein.

Escolha um espumante Brut, que não tem muito açúcar...algo simples, gostoso e que caiba no seu bolso!




quarta-feira, 16 de março de 2016

Os vinhos de Lula na Operação Lava Jato



Logo após deixar o governo, alguns pertences foram levados para o sítio de Atibaia pelo ex-presidente Lula e sua família, imóvel que as investigações apontam ser dele. Entre esses pertences, estão 37 caixas de bebidas, que armazenavam vinhos raros como uma garrafa de Chateau Petrvs, que vale mais de 15 mil reais.

O Chateau Petrvs identificado nas operações Lava Jato estava armazenado no escritório de D. Marisa em São Paulo. Segundo o ex-presidente essa garrafa foi um presente que ganhou nas Olimpíadas de 2008 e não sabia se esse vinho era bom.

Além do Chateau Petrvus, o presidente despachou para Atibaia garrafas de Vega Sicilia, uma garrafa de Gervey-Chambertin, Brunellos de Montalcino e para receber seu amigo Jose Diceu sempre servia o vinho chileno Almaviva.




segunda-feira, 7 de março de 2016

Diego Arrebola o melhor Sommelier do Brasil



Semana passada aconteceu na ABS (Associação Brasileira de Sommelier) a última fase do Concurso Brasileiro de Sommelier e o grande vencedor foi Diego Arrebola que representará o Brasil no Mundial de Sommelier em abril na cidade de Mendoza, Argentina. Foi a segunda vez que Diego ganhou esse concurso.

Diego Arrebola, é o único brasileiro que possui o diploma ASI (Association de la Sommellerie Internationale), tem formação em sommelier no Brasil, Italia e EUA. Hoje ele atua como consultor de vinhos, mas já trabalhou como Sommelier, Diretor de Vinhos e Consultor em grandes restaurantes como o Pobre Juan.

O concurso teve duas etapas, uma prova teórica e depois os primeiros cinco classificados participaram de provas práticas como degustação às cegas, provas de serviço, simulando situações em restaurantes, etc. Diego enfrentará tudo de novo em abri desse ano em Mendoza!






quarta-feira, 2 de março de 2016

Chablis



Quem gosta de vinho branco certamente é fã de Chablis, uma pequena região produtora de vinhos brancos, produzidos sempre com a uva chardonnay, localizada na região da Borgonha, na França. Ao contrário da maioria dos vinhos chardonnays, o Chablis não envelhece em barrica, o que faz dele um vinho diferente dos outros e popular no mundo todo.

A região de Chablis possui um clima desafiador para o cultivo de uvas, pois na primavera podem ocorrer geadas e no outono chove o que prejudica a qualidade das uvas. Os vinhos de Chablis são geralmente cítricos e minerais, de corpo leve e alta acidez.


Quanto a harmonização, a alta acidez do Chablis pede pratos com molhos mais cremosos e por ser um vinho leve pratos também leves como frango, peixes, bacalhau, mariscos, vieira, sushis e sashimis e a melhor harmonização com Chablis: ostras!

Os vinhos Chablis tem a seguinte classificação:

  • Petit Chablis
  • Chablis

 
Domaine Sainte Claire Chablis

  • Premier Cru Chablis AOP: 40 vinhedos produzem esse vinho, sempre bom ver no rótulo o produtor
  • Gran Cru Chablis AOP: apenas 7 vinhedos produzem esse vinho, que é a elite dos Chablis,são eles: Les Clos, Blanchots, Les Preuses, Bougros, Grenouilles, Valmur e Váudesir. Alguns desses passam por madeira.
Brocard Valmur Chablis Grand Cru

 
Para quem gosta de vinho branco vale a pena conferir os Chablis e descobrir os vinhos dessa pequena região da famosa Borgonha.