quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

MARROCOS: Vinhos e Dicas

Feliz 2017!!!



Marrocos, um país africano, perto de Portugal e Espanha, que além dos produtos de couro, óleos de Argan, tecidos belíssimos produz VINHOS!!! Quem for ao Marrocos não peça outro tipo de vinho senão os marroquinos, são ótimos!!!

Em todo lugar eles servem o chá de hortelã que tem todo um ritual

Em todo lugar eles servem o famoso chá de hortelã acompanhado de todo um ritual. Mas desde a década de 90, investimentos estrangeiros tem ajudado a indústria do vinho a crescer no Marrocos, apesar da cultura da sociedade muçulmana. Os impostos sobre bebidas alcoólicas são altos, não se compra em qualquer lugar, apenas em restaurantes e supermercados podem comercializar a bebida. Durante o Ramadã não há venda durante todo o mês. Álcool é proibido para as mulheres, nossa guia contou que somente as prostitutas consomem álcool.

São várias as regiões produtoras de vinhos, mas a principal chama-se Beni M´Tir, perto da charmosa Méknes. Não conte com muitas explicações sobre vinhos, nos restaurantes perguntava das uvas e não sabiam explicar, mas sempre davam sugestões...somos mal acostumados com os nossos sommeliers aqui do Brasil, mas arrisque...foi o que fizemos!

Decoração de um restaurante com comidas típicas em Méknes, onde um dos itens do menu é carne de camelo


As principais uvas do país são Grenache, Syrah, Cabernet Sauvignon e Merlot os tintos são os mais produzidos seguido dos rosés. São 14 denominações de origem e uma superior chamada Coteaux de l´Atlas 1er Cru, tomamos um vinho dessa DO e é realmente muito bom!

Quem for a Marrakesh não deixe de ir ao hotel La Mamounia. Um hotel puro luxo, com spas, piscinas, cassino. Possui 5 bares e 5 restaurantes...se puder vá pelo menos ao L´Italien bar beber o vinho exclusivo deles, o Ícone. Quem quiser, pode comprar a garrafa lá mesmo. Se tiver disposição e quiser experimentar comidas típicas marroquinas, como cuscuz, cordeiro, vá ao Le Marrocain, restaurante com decoração típica e serviço impecável...mais caro mas vale a pena.
Um outro restaurante mais "descolado" com opções de massas, carnes e peixes é o Bo&Zin, na noite que fomos tinha música e dançarinos, super animado!


Em Fez tomamos o Chateau Roslane Coteaux 1er Cru, no restaurante Relais de Paris que fica no Hotel Sahrai, mais um luxuoso hotel em Marrocos com direito a Spa da Giwenchi.


Chateau Roslane da principal DO do Marrocos


Em Casablanca a dica é o Le Cabestan, um moderno restaurante com comidas francesas e com vista para a praia. Fomos no Rick´s Cafe que foi inspirado no clássico filme Casablanca e que serve pratos  típicos e algumas especialidades francesas. As entradas são uma delícia!

Le Cabestan

Em Marrocos, ao contrário do que as pessoas imaginam, não se passa aperto. A dica é ter um guia para não se perder nas ruelas das medinas. Os marroquinos são simpáticos com os turistas. Se não quiser comer a comida típica sempre tem restaurantes franceses, para mim os melhores. O páis é culturalmente muito rico: spas, souks (mercados), mesquitas e...vinhos! Vale a pena conhecer....


Nenhum comentário:

Postar um comentário